Ban Na – Vida Rural em Laos

Ban Na_Laos_3A partir de Muang Ngoy é possível seguir pela estrada local de chão batido e muito, muito pó (ao final da rua principal siga a placa que indica a saída a esquerda e após passar pelo colégio e alcançar a estrada siga a direita), mas para alívio geral, no meio do caminho se encontra a caverna Tham Kang de águas extremamente claras e limpas, cheia de peixes e ao redor algumas lojas, então é possível um banho refrescante por ali.

Na caverna encontrei alguns monges se divertindo em suas águas e isso tudo cercado de lindas borboletas e para cruzar por ali é preciso pagar uma taxa que na data foi 10.000K.

Ban Na_Laos_4

Do lado direito há uma pequena ponte de bambu sobre um córrego onde algumas crianças pescavam nas rochas e os tratores ao redor trabalhavam para iniciar o plantio dos campos de arroz junto com a estação das chuvas que se inicia em Julho.

A caminhada foi sob sol intenso, quase sem sombras para paradas até chegar a Ban Na, primeira das 3 vilas que é possível alcançar por essa rota.

Já na entrada da vila,  Ban Na_Laos_2a recepção foi por conta de uma tecelã local, também dona de bangalôs para visitantes e um pequeno restaurante.

O plano inicial era seguir para a próxima vila, mas a inflamação que adquiri no pé esquerdo em Luang Prabang não me permitiu maiores aventuras, assim por ali fiquei um tempo até ir para a casa que seria a hospedagem da noite. Um bangalô de bambu com um colchão no chão e a rede de mosquitos de frente para a cadeia de montanhas e campos de arroz tudo isso ao som dos grilos do local, galinhas, vacas, porcos e búfalos.

Ban Na_Laos_1A vila não deve receber muitos viajantes e sua estrutura é ainda bastante precária, sem água encanada ou luz elétrica. Ao chegarmos a dona da casa foi com seus baldes amarrados a um bambu para buscar água no meio do campo de arroz para que pudéssemos tomar um banho de caneca. A comida também parece ser algo escassa no local ou pelo menos de pequena variedade, assim a refeição foi leve e seguida de descanso para no dia seguinte voltar cedo a Muang Ngoy.

Uma experiência única que me trouxe imagens memoráveis como sair do banheiro e estar cercada por umas 20 vacas

Ban Na_Laos_5 me encarando (medo!!), o sapo que nadava na mesma água que usada para tomar banho, a rede que quebrou quando sentei (rsrsrs), a família da dona da casa reunida para tomar banho no campo de arroz com as luzes do por do sol iluminando o fim da tarde.

Um dia típico na vida dessas pessoas, mas pra mim foi vivenciar algo novo e inexplorado do outro lado do mundo.

Stela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s