Filhos, um Exemplo a Observar

A cada dia cresce o número de crianças em consultórios de psicólogos, psiquiatras e pediatras com os pais reclamando do descontrole dos pequenos e a solução moderna encontrada é domá-los no medicamento. A Ritalina e o Concerta seguem firmes no mercado e muitas famílias já não sabem mais como viver sem.

Onde está o erro? Será mesmo necessário? Temos mesmo uma geração quase que inteira de crianças mental e emocionalmente doentes?

Antes de respondermos a essas perguntas, vamos ver o vídeo abaixo: A Criança Vê, a Criança faz (tradução livre).

Assim como o nome, as imagens do vídeo mostram uma realidade bastante comum, principalmente nos dias atuais e o que tem dificultado a vida das famílias é a negação dos tutores em assumir a dura verdade: seus filhos te copiam.

Ouvir frases como “não puxou a mim”,  “foi trocado na maternidade”, “ninguém no mundo vai te aguentar sendo assim”entre tantas outras é apenas negação da verdade de que ali é uma situação de cópia, jogar a culpa na sociedade, nos colégios e professores, na vida e assim por diante, apenas sinaliza que gostaríamos que as consequências desses resultados fosse terceirizada, mas não há como ser.

O filho foi gerado dos genes dos pais, no ventre da mãe, absorvendo todas as experiências dela e ao redor dela durante toda a gestação, quando nasceu viveu no núcleo familiar e a base de seus exemplos é formação dessa família e esses são vínculos geradores dos seus primeira e mais profundos aprendizados, então porque colocar a culpa no mundo ao invés de assumir com maturidade e sabedoria uma postura que permita mudar a situação?

A família é a primeira percepção que a criança tem de mundo, são os primeiros “eles, eu e os outros” que ela vai se deparar e a partir daí passa a dar significado aos atos que vê no dia a dia e inicia seu processo de aprendizagem e replicação com o mundo. Imitar reações, frases, expressões e comportamentos é a base da construção comportamental e cada membro da família, pelo laço afetivo, representa um exemplo a seguir – porque pra ela tudo o que é feito no núcleo familiar é o que há de mais correto e seguir isso significa que será amada e aceita, primeiro pela família e depois pela sociedade.

Aprender comportamentos e reações dão a base para as primeira interações na sociedade
Aprender comportamentos e reações dão a base para as primeira interações na sociedade.

Agora imagine as consequências emocionais que se formam, se na compreensão da criança, esse copiar deveria trazer acolhimento, mas na verdade gera repulsa daqueles de quem ela mais precisa de amor, reconhecimento e apoio?

Muitos pais reclamam que as crianças são super ativas, não tem limites e por vai e o diagnóstico passado pelos psicólogos, pedagogos e terapeutas de que os pais são os que precisam de ajuda nunca agrada, geram conflitos enormes, porque, claro, o problema é sempre fora. O não se ver no filho é negar o que há de mais precioso em termos de oportunidade pessoal. Ao se reconhecer e mudar, o filho ao copiar também irá mudar, então se não quer mudar por si próprio, avalie se mudar sua atitude não tornaria seu filho diferente e assim, toda a sua vida.

Pais e Filhos - Cópia de comportamento

As crianças tem grande sensibilidade e por isso tem a capacidade de ler o que vai na alma e não aquilo que nós adultos queremos passar com nossos olhares e falar já cheios de capas do ego criadas ao longo da vida. Criança quando ainda muito nova não entende a capa, mas entende claramente a energia que você emana, que vibra… essa é a verdade dela e é isso o que ela irá refletir. Ao longo do tempo ela aprenderá as capas que você tem e irá também reproduzi-las, então para simplificar; na tenra idade a criança reage as emoções e energias que você vibra, quer você mostre ou não e depois ela passa a te copiar – sempre assim, um reflexo.

O filho é o exemplo a observar daquilo que está mais escondido dos nossos olhos em nós próprios, então aproveitar a oportunidade de enxergar só traz benefícios. Se sozinho está difícil, peça ajuda a um profissional. Infelizmente não há como tomar crédito apenas pelas atitudes que julgamos positivas e as negativas serem culpa do mundo. Nesse caso, o kit é completo e aceitar isso com humildade leva a grandes conquistas e transformações.

Grande abraço,

Stela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s