ALECRIM: 5 DICAS SOBRE USO E SEUS BENEFÍCIOS

em

Pensa numa erva amada, daquelas que são pau pra toda obra e que vivem felizes mesmo no solo mais seco de origem calcária e sob um sol escaldante. Seus usos vão desde culinários e medicinais ao religioso. Fala se não é parceira?
Essa é o alecrim ou (Rosmarinus officinalis). Aqui no Brasil ela é mais vista como tempero e seu uso veio lá dos países do Mediterrâneo, onde é farto seu crescimento, sendo até mesmo considerada um “mato” de tanto que tem. Seu nome botânico diz muito sobre sua beleza e força: Ros = orvalho, marinus = mar, então temos nela nosso orvalho do mar. Seu uso pode ser como erva fresca ou seca, em tinturas, infusões, incensos e nos alimentos.

Na culinária, como erva fresca ou seca, ela ajuda a fortalecer o sistema imunológico, ativa a circulação sanguínea e acelera a digestão. Na aromaterapia, através do uso do óleo essencial, os benefícios são similares pois as propriedades da planta se mantém após a destilação.

ALGUMAS DICAS:

  • Acrescente 20 gotas de óleo essencial de alecrim no seu shampoo (de preferencia natural ou orgânico) para reduzir a queda do fios e caspa. Se fizer uma massagem no couro cabeludo com a ponta dos dedos, você irá ativar a circulação na região e isso acelera o crescimento dos fios, além de ser um estimulante do sistema nervoso central, melhorando a memória e o raciocínio. Se você sofre de pressão alta, use apenas a erva, pois o óleo essencial pode acelerar seus batimentos cardíacos.
  • Na cozinha um prato que adoro é batatinha assada com alecrim: cozinhe as batatinhas, tempere com óleo de coco e salpique o alecrim, leve ao forno para dourar e pronto! É uma delicia. Você pode também colocar os ramos dentro do azeite, para dar sabor e transferir as propriedades medicinais para seu alimento, mas deixe uns 15 dias antes de começar usar para dar tempo das ervas e do azeite se namorarem 😉
  • Energeticamente essa planta é uma potência. Suas folhas têm formato de espada, então já está descrito pela própria assinatura botânica seu potencial de defesa, além de ter capacidade equilibradora do emocional. Um banho com infusão das folhas traz paz, alegria e harmonia para nosso campo energético.
  • Com os ramos secos, pode-se fazer um incenso de bastão juntamente com outras ervas. É só amarrar todos os ramos juntos até que estejam bem secos e acender passando pela casa ou local a ser limpo seguindo o caminho com uma oração de sua preferência. Ah, não esqueça de colocar um prato embaixo para recolher as cinzas e não causar um acidente. Esse uso é uma excelente forma de aproveitar a poda da erva ou reutilizar o banho da infusão. É só escorrer bem a água, deixar os ramos no sol pra secar, e depois queimar. Limpeza certa de corpo e energia do lugar e dos moradores.
  • Para usar o óleo essencial, é possível fazer um spray (5ml de álcool e completar com água limpa num frasco próprio, depois colocar cerca de 10 gotas para cada 100ml de água), dai é só borrifar pelo ambiente.

Se tem mais? Tem… afinal o alecrim já viveu junto aos gregos, romanos, faraós do Egito, passou por Jesus e Maria, sobreviveu à peste negra na Europa e é estudado até hoje.
Esta erva tem muita história, mas ficam para uma próxima leitura.
Grande abraço aromático,

Stela Kiill

*Esse artigo foi publicado no blog do Projeto Porque Não! Confira mais desse trabalho lindo no link.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s