O Altar Xamânico 

em

Um altar é sempre simbólico no sentido de nos abrir a consciência para o fluxo de energia divina é, portanto, um espaço sagrado que deve ser respeitado. Quando você for a casa de alguém não toque em nada do altar, a menos que tenha permissão para isso. Dentro das tradições umbandistas, antes de se tocar no altar é recomendável fazer uma cruz com as mãos para que se acesse aquele espaço através do lado divino.

No xamanismo e nas tradições ancestrais, a própria natureza é o altar, é o espaço sagrado, mas na ausência dessa convivência, temos a opção de ligarmos nossa mente com a natureza, sendo essa a grande divindade mestra, então ter os quatro elementos na base da Roda Medicinal Xamânica para sua construção é a base. 

 

Leste: Fogo, que pode ser representado por uma vela ou na impossibilidade desse elemento, uma Pedra do Sol poderia ser um substituto ou um girassol 

Sul: Terra, aqui podemos usar um vaso com planta ou um cristal de cor escura como uma Granada ou Turmalina. 

Oeste: Água, um copo com água ou um cristal como Angelita, Amazonita ou qualquer cristal ligado às emoções. 

Norte: Ar, normalmente um incenso é a representação mais conhecida, penas também são usadas, como nos abanos de defumação, o palo santo, resinas ou cristais ligados ao nosso 7o chakra como uma drusa de cristal transparente. 

As direções dos mundos Superiores, Inferiores e do Centro também podem entrar nessa composição. O tambor pode ficar como elemento central, já que é o cavalo ou a barca do xamã que serve de transporte para qualquer uma dessas dimensões. 

Ao posicionar os elementos em cada uma das suas respectivas direções é importante proceder uma defumação e as orações para firmar suas intenções. Um altar é sempre um ponto de força que atua como um portal de irradiação do que ali for intencionado. 

Além desses elementos, é possível inserir outros objetos que sejam significativos para sua espiritualidade e conexão, então imagens, elementos naturais, frutas, flores ou que lhe vier ao coração pode ser colocado para sempre te lembrar de manter esse vínculo com a consciência maior. 

No meu há muitas sementes, simbolo da vida pra mim, conchas ligadas a energia do mar, pérolas de água doce, cristais diversos e algumas estatuas de madeira de diferentes linhas religiosas e espiritualistas, além da vela.

Vale tudo, desde que tenha a capacidade de te lembrar a cada vez que olhar para esse espaço, da sua ligação com o divino.

 Stela Kiill

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s